Qual o seu limite?

Cristiane Moraes é jornalista e escreve constantemente para a revista “VOCÊ S/A” através de seu blog “Mulher em pauta”. Com MBA em Comunicação Corporativa, atualmente é gerente da GEO Eventos.

Cristiane Moraes

Jornalista

***

Ultimamente ando no meu limite de cansaço, de trabalho, de tempo e de paciência, mas algo que sempre me ajuda a desligar desse mundo e entrar em outro totalmente diferente é a leitura. Segui a dica de um amigo e li ”Operação Portuga” do meu conterrâneo Sérgio Xavier. Simplesmente devorei a publicação que conta a história de corredores amadores que superaram todos os limites pessoais.

Mesmo tentando desligar de assuntos corporativos, a cada página vejo as grandes semelhanças do esporte com a carreira, como já escrevi em outro post sobre o futebol. Diferente dos corredores, poucos profissionais conhecem o seu limite para cada corrida. Se sua meta for uma corrida de 5k, precisa de um tipo de preparo; mas não quer dizer que será mais fácil. Afinal o treinamento é intenso, exige dedicação e determinação, mas é possível vencer esse desafio. Já em uma maratona é preciso muito mais treino, cálculos e reserva de combustível suficiente para concluir a corrida.

É exatamente na meta que entra o limite de cada um na carreira profissional. Falta o foco de saber se vai fazer uma prova de 5k, 10k, uma meia maratona ou uma verdadeira maratona. Se o objetivo for de curto prazo, você pode estourar ou jogar tudo para o alto quando chegar lá, mas se quiser um dia concluir a maratona precisa ter muita paciência, determinação e guardar toda a energia de forma positiva, com treinos pesados, alimentação adequada e menos tempo com a família e amigos. No trabalho é exatamente igual. Você quer muito crescer profissionalmente? Não pode pensar pequeno, correr 1km e já achar que um vencedor e muito menos pode achar que vai completar uma maratona sem antes de feito várias provas e meias maratonas. Lógico que existem as perdas, como menos tempo, mais trabalho, mas você está focado na cenourinha no final da reta.

A pressa em chegar lá faz com que ultrapassemos nossos limites profissionais. O que acontece quando passamos do limite no esporte? O corpo responde, você simplesmente trava, se lesiona ou fica doente. Na carreira também existem avisos, mas eles normalmente vem dos líderes e dos prazos perdidos, trabalhos meia boca e falta de estimulo para ir ao trabalho. Será que nesse momento não está na hora de repensar o foco da estratégia? Talvez você esteja no seu limite, e saiba que ele não é o mesmo do seu colega, dos seus pais ou do seu chefe. Só você saberá até onde ir.

Na minha opinião, assim como nas corridas, a experiência faz você conhecer melhor o seu limite e hoje agradeço pela vivência que tenho, que me faz perceber que o meu limite é muito maior do que eu imaginava. Apesar, de claro, às vezes, acontece de eu perder a paciência com tudo e com todos, afinal sou humana. Mas a melhor saída sempre é seguir um conselho de ouvi ontem de amigo. Chegou no limite?  ”vai para casa, sai para dar uma volta no shopping, respira e volta sorrindo”.

Até a próxima maratona!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s